17 de ago. de 2015

Canavieiras: Pimenteiras faz festa para São Roque, o seu Padroeiro


A celebração de uma Santa Missa em Ação de Graças, presidida pelo Padre José Nunes, deu início neste domingo (16), às 10 horas, ao encerramento das festividades em louvor a São Roque, padroeiro do povoado de Pimenteiras, em Canavieiras. Em seguida foram realizados batizados e procissão pelas ruas do povoado. A festa teve como tema: São Roque, defensor da caridade, conduz esta Comunidade rumo aos 300 anos da nossa Paróquia”. No sábado (15), cuja noite foi de responsabilidade da Prefeitura de Canavieiras, também foi celebrada uma Missa pelo Padre Messias, com a participação do Coral de Perelândia nas duas últimas celebrações. Na missa de sábado, o oficiante lembrou o compromisso de São Roque com os pobre e doentes, tendo sido um homem dedicado às causas dos menos favorecidos. No sermão, o Padre Messias fez uma comparação entre a sociedade de hoje e daquela época, evocando a Bíblia, através do livro profeta Josué, que prega a união dos homens com Deus. Na opinião do padre, é a falta de Deus a responsável pela transformação da sociedade, tornando-a desigual e insensível. O prefeito Almir Melo destacou a importância dos ensinamentos religiosos, principalmente o “Amarás ao teu próximo como a te mesmo”, como solução para todos os problemas da humanidade. “Não importa a religião, não importa a igreja, mais sim o caminho escolhido para estar junto de Deus”, disse o prefeito. Os festejos a São Roque já se tornaram uma tradição da população de Pimenteiras, que anualmente homenageia o seu padroeiro. Segundo Almir, a comunidade promove a festa com muita dedicação, o que está demonstrado na qualidade do evento, que tem crescido a cada edição realizada. As cerimônias religiosas foram iniciadas no dia dia 7 de agosto com uma novena em louvor ao Santo, que contou com a participação das comunidades vizinhas. Segundo o secretário municipal do Interior, Ériston Nascimento, a novena de São Roque é um exemplo de como as comunidades e o poder público devem se unir em torno de um evento que privilegia Deus e a família. As comemorações profanas também fizeram parte das homenagens prestadas ao Santo Padroeiro, como um torneio de futebol realizando no domingo (9) com a participação de diversas equipes. Neste sábado (15), as atrações musicais foram “Gero Lima e Banda” e de “Um caso a parte do Arrocha”. No domingo, a animação ficou a cargo da “Banda Risco de Amar”, que prorrogou o show por mais de duas
horas, a pedido do público. São Roque - Natural de Montpellier, França, Roque (1295 - 1378) ficou órfão de pai e mãe ainda jovem e resolveu distribuir todos os seus bens aos pobres, partindo em seguida para Roma. No caminho, encontrou muitas pessoas necessitadas, aos quais passou a se dedicar, operando as primeiras curas milagrosas. No entanto, na viagem de volta, foi contagiado pela peste e isolou-se na floresta para morrer; inexplicavelmente, ali nasceu uma mina de água cristalina, com a qual matava sua sede — mas teria morrido de fome se um cachorro não o tivesse encontrado e trazido diariamente um pedaço de pão. O dono do animal, curioso com a atitude dele, o seguiu certa vez, encontrou Roque e o levou para sua casa. O rapaz curou-se e voltou para sua cidade natal, onde foi confundido com um espião e passou cinco anos numa prisão até morrer. Somente depois descobriram tratar-se do filho de um ex-governador, ao perceberem que em seu peito havia o sinal da cruz, feito por seu pai quando Roque ainda era uma criança. Seu primeiro milagre após a morte foi seu carcereiro, que era manco de nascença e ficou totalmente curado ao tocar com o pé em Roque, para ver se o mesmo estava dormindo ou morto. Sua canonização foi rápida, pois durante o Concílio de Constance uma peste ameaçava a cidade e os representantes viram a praga desaparecer por completo após clamar pela ajuda de Roque.

Baixe o APP RadiosNet em seu celular ou tablet e ouça nossa rádio em qualquer lugar
 

Camacan Bahia Copyright © -- NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO! #Camacan Bahia# 2019