13 de set de 2016

Candidato a Vereador em São Paulo, Dodô visita Camacan e ganha torcida de seu povo


Prestes a passar pelo crivo do eleitor da maior cidade da América Latina, o filho ilustre de Camacan que atualmente está licenciado do Senado Federal para disputar eleição de vereador em São Paulo, DODÔ QUARENTÃO fez questão de prestigiar a festa dos 55 anos de emancipação da cidade natal.
Com o objetivo de conferir de perto o momento da disputa eleitoral na cidade, Dodô (Ivanilton) que é atuante na política da capital paulista há quatorze anos, pontua como uma das mais ousadas promessas nesta eleição do novo momento político que o país vive. 
Em sua passagem por Camacan para prestigiar a parceria com o Bloco da Impuca, nossa equipe fez questão de bater um papo sobre o momento que o filho de Jacareci está vivendo e o quanto ele representa para nossa região. Acompanhe: 
“Ou você muda o poder de mãos, ou a política não muda”.

QUANDO DECIDIU SER VEREADOR ?  

Não foi uma escolha minha. Eu fui escolhido.  Atuando há 14 anos nas maiores casas de leis do país, aprendi muito. Exerci diversas funções e fiz parte de importantes momentos, discussões e projetos políticos na cidade que é inspiração para o resto do país. Isso levou meu nome e os resultados de minha dedicação a ser apontado entre os mais preparados para liderar no novo momento da política. E, como bom soldado, aceitei o desafio e estou agora executando o verdadeiro papel de líder político: dialogando com as pessoas que querem ver mudanças. Porque, ou você muda o poder de mãos, ou a política não muda.

NÓS DE CAMACAN E REGIÃO, VEMOS VOCÊ MUITO PRESENTE NA POLITICA DE ALTO NIVEL NA CAPITAL. COMO É SUA VIDA FORA DELA?

Estou a serviço da política há pouco mais de uma década. Mas resido lá na capital há 19 anos e antes de entrar para me dedicar a vida pública eu já atuava no campo de Eventos e em ações sociais. Fora da política me dedico muito a promover a cultura nordestina na capital e ao crescimento de minha carreira profissional no campo de Comunicação, Cerimonial e Protocolo dos Eventos Governamentais. Área que me especializei.

PORQUE SER CANDIDATO EM SÃO PAULO E NÃO CAMACAN ? 

Primeiro, eu nunca pensei que disputaria cargo de nada. Nunca me candidatei nem a líder de Classe. Fui eleito uma vez presidente de Grêmio Estudantil por organização de uma chapa única. Não tinha concorrência. Hoje estou candidato para atender o apelo de um grupo político criado por mim para ser uma outra opção na capital, mas de onde escolheríamos dentro do grupo um nome com potencial e eu seria coordenador dos trabalhos.  Mas o feitiço virou contra o feiticeiro. Não consegui reverter as apostas grandes que fizeram em meu nome e então estou à disposição de muita gente boa de briga e comprometida com a cidade. No caso de Camacan, eu nunca pensei ser candidato. Ou ainda não pensei. Mas em momentos diferentes, já me foram feitos dois convites para ser um secretário e a ideia me encanta. Acho que seria de minha parte, uma forma de agradecer a confiança de meu povo. Porém não aceite nenhum e nem dei esperanças. Hoje, Penso que contribuo muito mais com o nome e os valores da cidade, sendo eleito em São Paulo.


SE FOR ELEITO, COMO SEU TRABALHO SERÁ VISTO POR SUA TERRA ?

Um vereador da cidade de São Paulo, tem mais influência e visibilidade que prefeitos de pequenas cidades de interior. Estando nessa posição, se eleito, quero também contribuir com o que estiver ao meu alcance no sentido de interlocução entre a política de minhas duas cidades (Camacan – São Paulo) para que daí pra frente a gente possa ser o elo de aproximação entre outros nomes da política nacional que de alguma forma passe a enxergar Camacan. Além de continuar abrindo portas para iniciativas de interesse público e participação popular, como já faço há mais de dez anos.

VOCÊ TEM LIGAÇÃO MUITO FORTE COM A NOSSA TERRA MESMO MORANDO FORA HÁ TANTOS ANOS. SE ELEITO, VAI CONTINUAR ? 

Eleito vereador em São Paulo, vou colocar todo meu mandato aberto ao acesso dos munícipes de lá e acessível aos meus conterrâneos baianos, porque embora tenha lá no exercício da função parlamentar, a função de legislar em favor dos paulistanos. Quero também manter viva ligação com minha terra de origem. Para onde eu sempre dediquei atenção especial com ações sociais mesmo estando morando fora e de onde eu tenho recebido muito apoio através das redes sociais para minha candidatura na capital.

NO SEU DISTRITO DE ORIGEM (JACARECI) TEM UMA CAMPANHA FORTE PELA SUA ELEIÇÃO EM SÃO PAULO. COMO VOCÊ VÊ ISSO?


Embora São Paulo tenha me dado as oportunidades de crescimento que me levaram ao sucesso na política. Eu devo muito a Jacareci. Tudo que sou, tenho e busco recebi daquele lugar. Do povo simples que me viu crescer, me abraçou nos momentos difíceis, me apoiou nas decisões da vida e me incentivaram nas iniciativas de cidadão comprometido com a igreja, a escola e a localidade. Fui embora de Jacareci como muita gente foi de Camacan e região para buscar melhoria de vida ou de carreira. Mas nunca me desconectei do meu povo. Para ficar perto deles eu criei e lidero até hoje em São Paulo, ações que nos servem para manter ligados pelo cordão umbilical de origem e nos tornam filhos de sempre. Acho muito bom e de certa forma natural esse carinho que Jacareci tem comigo. Também vejo uma parcela tímida de Camacan torcer por mim nas redes sociais. E sei o quanto isso é bom e poderá me ajudar nesta eleição se cada um recomendar meu nome para os contatos que moram na cidade de São Paulo. 
 

Camacan Bahia Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015