10 de ago de 2016

Educação em Canavieiras estimula a leitura e a alfabetização

A elaboração de projetos que incentivem o hábito da leitura é o que vem fazendo a Secretaria da Educação de Canavieiras no segundo semestre do ano letivo de 2016. As ações buscam atender a meta cinco do Plano Municipal da Educação (PNE), que é alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do terceiro ano do Ensino Fundamental. Segundo a coordenadora pedagógica da Secretaria da Educação, Soledade Paternostro, há um desejo genuíno de cumprir uma obrigação elementar da Educação, que é alfabetizar realmente as crianças nos primeiros anos de escolaridade. 

“O estímulo ao gosto pela leitura está norteando todas as ações, pois sabemos o quanto isso é importante no processo da alfabetização, familiaridade com um mundo novo para essas crianças, que é o da escrita”, ressalta. De acordo com a coordenadora, atividades intensivas de leitura e exercícios para superar os níveis de escrita estão sendo realizadas em todas as escolas da rede municipal de Ensino. “Fizemos um diagnóstico que comprova que houve um avanço notável já no primeiro semestre deste ano. Na Escola Isbela Freire, por exemplo, 95% dos alunos do terceiro ano do Ensino Fundamental ainda não sabiam ler e tivemos um avanço de 75%”, afirmou a coordenadora. Soledade explica, ainda, que não se pode pensar em leitura sem pensar no leitor que vai ser alfabetizado. “Por isso, o mais importante é a criação desses projetos que propiciem a leitura. 

Pensar em como a escola e os professores podem incentivá-la, e o mais importante, sem esquecer a importância da interpretação porque muitos leem, mas não compreendem o que estão lendo”, destacou Soledade. Nesse sentido, a coordenadora pedagógica relata que os alunos levam os livros para suas casas e, na sala de aula, são realizados diálogos abertos onde cada um explica seu entendimento. “A leitura aprimora o conhecimento e amplia a concepção de ideias, conceitos e valores. É um ato que depende de motivação. E é o que temos feito incansavelmente”, concluiu Soledade. Plano Municipal de Educação (PME) - Entre as metas aprovadas, no segmento da Educação Infantil, universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de quatro a cinco anos de idade. Para o Ensino Fundamental, pretende-se universalizar o ensino fundamental de nove anos para toda a população de seis a 14 anos e garantir que pelo menos 95% dos alunos concluam essa etapa na idade recomendada; alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do terceiro ano do ensino fundamental.

De acordo com o documento, foi aprovado, ainda disponibilizar, até 2016, o atendimento escolar para toda a população de quinze a dezessete anos e elevar, até o final do período de vigência deste PNE, a taxa de matrículas no ensino médio para 85%. Já o segmento da Educação Especial, prevê que seja oferecido para a população de quatro a dezessete anos com deficiência, transtorno globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, o acesso à educação básica e ao atendimento educacional especializado.
 

Camacan Bahia Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015