25 de ago de 2016

Canavieiras estuda atração de recursos para investimento e custeio da saúde


A Prefeitura de Canavieiras, por meio da Secretaria da Saúde e Saneamento, está realizando um estudo com informações da demanda dos serviços de saúde no município. O trabalho tem a finalidade de apresentar ao Governo Federal a necessidade de ampliação dos recursos provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS) e outras fontes, para o investimento e custeio de todos os procedimentos que são realizados pela Rede de Atenção à Saúde, desde a Atenção Básica até os serviços de alta complexidade. De acordo com a secretária Municipal da Saúde, Roberta Barros, com o constante aumento da população, a cada dia também é ampliado o número de atendimentos, embora os repasses não acompanhem essa realidade. A queda acentuada nos repasses e transferências verificados nos últimos anos obriga a alocação de mais recursos orçamentários do que o município pode suportar, tendo em vista a diminuição da arrecadação prevista no orçamento. Em Canavieiras, segundo o prefeito Almir Melo, as despesas com a saúde têm superado o índice de 15% previsto na Constituição Federal, no sentido de garantir um atendimento digno à população. 

Atualmente, além da rede de Atenção Básica formada pelas Unidades de Saúde da Família (USF) na cidade e distrito, os moradores dos povoados e zona rural também recebem atendimento do Programa Saúde em Ação, que visita os locais com uma equipe multidisciplinar, realizando testes rápidos e exames laboratoriais. Com o funcionamento pleno do Hospital Municipal Dr. Régis Pacheco, pacientes de outros locais procuram atendimento para a realização de diversos procedimentos, inclusive partos e cirurgias, ampliando consideravelmente a demanda. Agora, o hospital passa por uma mudança física para se adequar ao Programa Rede Cegonha, que prevê procedimentos humanizados na realização dos partos, conforme especificações do Ministério da Saúde. Recentemente, prefeitos de todo o Brasil foram a Brasília para apresentar reivindicações ao Ministério da Saúde, com a finalidade de apresentar as demandas dos municípios, tendo em vista a crescente dificuldade na gestão financeira do sistema de saúde.

 As reivindicações têm como base o descontingenciamento dos recursos do Ministério da Saúde, de modo a garantir os repasses financeiros integrais de todos os programas. A preocupação dos prefeitos, segundo Almir Melo, é a manutenção de todos os programas e serviços existentes, para que não sofram descontinuidade ou aumento nas despesas dos municípios, evitando, assim o endividamento e facilitando o fechamento das contas até o mês de dezembro. “Vamos continuar investindo na saúde, uma área prioritária e que lutamos muito para ampliar os serviços à população. Temos certeza de que o Governo Federal vai superar as dificuldades encontradas e normalize seus compromissos com os municípios”, concluiu o prefeito de Canavieiras.
 

Camacan Bahia Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015