9 de jul. de 2019

PM anuncia redução de 50% de homicídios em Camacã

O Major Penalva elencou uma séries de ações responsáveis pela redução da criminalidade em Camacã

Domingo, 05 de maio de 2019. Essa data trágica marcou os Camacaenses: Zé Cabeleireiro foi brutalmente assassinado em sua residência. O crime que chocou a cidade e foi rapidamente solucionado pela Polícia com a prisão do assassino, foi o último homicídio registrado no município em 2019.
Nesta segunda-feira, 08, a 62 CIPM de Camacã anunciou os 60 dias sem assassinatos – número completado na última quarta-feira, 04. As estatísticas da PM apontaram uma redução do número de mortes em mais de 50% no primeiro semestre de 2019, em relação ao mesmo período do ano passado.
De 01 de janeiro até agora, foram 06 crimes registrados. Até essa mesma data do ano passado, 13 mortes violentas haviam sido apontados em Camacã. “Isso se deve ao trabalho realizado em conjunto pelas forças de segurança pública como Guarda Municipal, Polícia Civil, 62 CIPM, Poder Judiciário e Conselho Tutelar. Algumas ações foram importantes, como o PROERD, junto a Secretaria de Educação Municipal, a chegada de 21 novos soldados na Companhia, operações noturnas no entorno da cidade junto com a Guarda Municipal e a motivação dos nossos soldados”, analisou a Major Penalva, Comandante da 62 CIPM/Camacã, responsável pelo policiamento na nossa região.
Blitz realizada na Rua de Mascote, no início da noite desta segunda, 08. Drogas e armas são o foco principal

O Major elenca outras ações que também colaboraram para essa significativa redução. Segundo o comandante, foi intensificado o policiamento nos distritos,  novas motocicletas estão sendo utilizadas nas rondas e foi instalado um rádio comunicador na sede da companhia, o que possibilitou uma comunicação mais efetiva entre as viaturas e o comando.
A queda do número de assassinatos é a parte mais visível da diminuição dos indices de criminalidade, mas, essas ações da PM também teriam  impactado positivamente outras áreas da segurança pública, como os furtos e roubos. “Essas crimes também foram reduzidos, basta ver o numero de roubos de celular e também de arrombamentos. Não temos os dados detalhados, mas a implantação de uma dupla de policiais a pé no centro comercial, contribuiu decisivamente para essa redução”, avalia Penalva.
Outro procedimento da PM que tem chamado a atenção são as blitzes em pontos estratégicos da cidade. “As blitzes visam encontrar armas e drogas, bem como educar os condutores no trânsito. Elas são realizadas em turnos alternados para dificultar o crime no centro da cidade e fazem parte da Operação Varredura, criada pelo Comando Regional Sul”, explica o Major.

Por: Marcus Paulo
 

Camacan Bahia Copyright © -- NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO! #Camacan Bahia# 2019