26 de mai de 2018

Manifestação no trevo da BR 101 em Camacan, impede passagens “somente de caminhões”. Cidade já vive crise de desabastecimento

Anunciado com antecedência nas redes sociais na última quinta-feira, a BR 101, na altura do município de Camacan, foi de fato interditada na manhã de hoje, por representantes  dos caminhoneiros que interditaram rodovias por todo país, em protesto contra o preço do combustível. Mas, ao contrário do que foi alardeado pelos aplicativos de celulares, de que a passagem de todos os veículos tipos de veículos seriam barrados, os manifestantes estão impedindo ‘apenas’ a passagem de caminhões.
Na pista, pneus impedem a passagem, porém, os manifestantes não atearam fogo. “Estamos acompanhando e em negociação com os líderes dos protestos, ficou acordado que os pneus não serão incendiados”, informou o comandante da Policia Militar  62ª Companhia Independente de Polícia Militar, em Camacã, Major Ricardo Penalva, que também informou que os ônibus também podem passar pelo bloqueio.
Desabastecimento em Camacã
Pelo 6º dia seguido, caminhoneiros fizeram manifestações em 25 estados e no Distrito Federal. Os atos desta sexta-feira (25) deram continuidade à mobilização contra a disparada do preço do diesel, que faz parte da política de preços da Petrobras em vigor desde julho de 2017. Com a paralisação nacional, já há relatos de falta de produtos em supermercados. Segundo comerciantes, tomate, batata e temperos como alho e cebola já estão escassos na cidade. Em  um posto, os combustíveis acabaram ontem (24). Outro posto anunciou que o estoque de combustível só dura até o meio de hoje. Na manhã de hoje, no pátio da  maior empresa de gás da Camacã, só tinham cerca de 30 botijões e a previsão é que esse estoque só duraria “no máximo até as 9H ”.
Fonte: Folha do Cacau


 

Camacan Bahia Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015