6 de abr de 2016

Mascote: Prefeito Washington Santana esquece catadores que ficam sem galpão de triagem

Catadores exibem a Ata de fundação da associação Renascer FOTO: folhadeparaiso

Família de catadores continua na espera de retomar a atividade de coleta seletiva em Paraíso FOTO: folhadeparaiso
Presidente e vice-presidente da associação de catadores

Por Ivan Garcia

O que você chama daquele lixo que está nas ruas, nas portas das residências ou a espera de descarte nos depósitos do comércio em Paraíso, pode ser 
fonte de renda para os catadores de material reciclado da associação Renascer, fundada há 7 anos no município, que no entanto, não tem galpão de triagem próprio. 

No lixo tem muito o que se aproveitar: papelão, plástico filme, garfa pet, dentre outros resíduos que agregam valor econômico. Essa é a visão dos catadores de lixo, ou melhor, recicladores de material reciclado, que entendem que esse material vai gerar renda.

Como contou à reportagem da FOLHA DE PARAÍSO, o senhor Adenilson Barbosa da Silva, vulgo passarinho, presidente da Associação de Catadores, Familiares e Trabalhadores de Mascote, se vê na dependência de um galpão de triagem para junto com seus colaboradores da associação Renascer, proceder com o serviço de coleta seletiva nos quatro cantos do município. Adenilson disse que “depende de um depósito para destinar o material à indústria”, e sinaliza que para faturar a renda, depende de uma área exclusiva e segura para a triagem e processamento dos resíduos seletivos.

O presidente da associação relembra que assim que a gestão atual iniciou seu governo, não consolidou o suporte que eles dependiam. “A associação Renascer estava funcionando normalmente, mas devido a questão política e outras coisas, fomos simplesmente transferidos para o outro lado da pista, quando foi alugado pela a prefeitura um depósito. Acabou que sem seguida, não sei a razão, fomos retirados e ficamos até o dia de hoje sem amparo”.

Ele ainda alerta dizendo que “sem o galpão de triagem a gente não tem como trabalhar, aonde vamos guardar este material que pegamos nas ruas?”, questiona sugerindo que a população de Paraíso se uma e mobilize em prol da retomada das catadores. Para impedir que os resíduos vão aos lixões a céu aberto do município de Mascote, aonde muitos deles representam atrativo comercial para os catadores, basta agora ser disponibilizado esse galpão de triagem.

Os catadores querem retomar as suas atividades da coleta de material reciclado. A associação Renascer foi fundada em 14 de setembro de 2009, por sinal está devidamente registrada, via uma ata que respalda a sua constituição e eleição da sua diretoria e conselho fiscal

A FOLHA DE PARAÍSO faz uma apelativa à vocês que compõem o conselho fiscal,  ofereçam suporte aos guerreiros desta associação. Membros como a coordenadora secretária, a senhora Ana Paula Batista dos Santos (esposa do ex-vereador Raimundo Dantas), o coordenador de projetos, Antonio Carlos dos Santos (ex-secretário municipal de educação) e o coordenador financeiro Raimundo Dantas (ex-vereador de Mascote). 
 

Camacan Bahia Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015