16 de fev. de 2016

Jornada Pedagógica em Canavieiras Prossegue com vasta programação


A Jornada Pedagógica 2016 de Canavieiras, com o tema “Educação de Qualidade: Um Direito de Todos”, teve prosseguimento na tarde desta segunda-feira (15), no Salão Paroquial da Igreja de São Boaventura. Após um momento cultura com apresentação do Grupo de dança da Apae, duas mesas-redondas foram formadas para debater a Base Nacional Comum Curricular nas diversas áreas da Educação Básica. A primeira mesa reuniu a Professora Doutora Emília Peixoto e as professoras mestrandas Carla Reis e Marcineia Vieira e teve como mediadora a Secretária da Educação – e também professora mestranda – Emília Augusto. O debate foi sobre a Base Comum nas áreas da Educação Infantil, Ensino Fundamental I e Ensino Fundamental II, respectivamente. “A Base Nacional Comum é uma referência curricular. Uma referência que vai seguir de base para a construção de novos currículos. Dentro do município de Canavieiras, se vocês tentarem fazer um currículo próprio, precisam olhar o que a Base Nacional Comum já traz como referência curricular. A Base é um entendimento nacional em torno do que é importante no processo de desenvolvimento dos estudantes brasileiros da Educação Básica”, disse Emília Peixoto. No âmbito da Educação Infantil, explicou a professora doutora Emília Peixoto, a organização curricular exige práticas culturais selecionadas pelos professores para serem vividas no cotidiano das unidades de educação infantil. ”Serem estimuladoras do desenvolvimento das crianças, acolhedoras de suas diversidades de sentidos, ritmos, produções, e promotoras de aprendizagens”, explicou aos professores da rede municipal de Ensino. Participaram da segunda mesa redonda a Professora Mestra Luzia Silva (Educação Inclusiva) o professor mestrando Pascoal dos Santos (Educação no Campo), a professora mestranda Gidevalda Cardoso (Educação de Jovens e Adultos) e os professores Margeson Muniz e João Victor Fávaro - especialistas em Anatomia Humana Aplicada ao movimento e a Saúde e em Psicomotricidade, respectivamente – que debateram a Educação Física na perspectiva da Base. O mediador da segunda mesa foi o professor Manoel Lopes, especialista em Metodologia do Ensino de Filosofia. O professor Pascoal dos Santos abordou as diferenças entre a Educação no
Campo e a convencional, quem são os sujeitos no Campo, e como fazer para que essa área tenha condições de funcionar. “A partir da realidade deles, serem reconhecidos como sujeitos de direito, que não têm que se adequar a outra realidade que não seja a deles, visto que pagam impostos e têm as mesmas obrigações de qualquer cidadão”, pontuou o professor mestrando. Nesta terça-feira (16), os encontros estão sendo realizados nas escolas da rede municipal de Ensino, com os respectivos coordenadores pedagógicos. As temáticas discutidas são Avaliação de 2015, Planejamento do ano letivo, Regimento e Projeto Político Pedagógico. O início do Ano Letivo da rede municipal de Ensino é na próxima segunda-feira (22).
 

Camacan Bahia Copyright © -- NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO! #Camacan Bahia# 2019