24 de fev. de 2016

Gerente da Rota simula que foi assaltado para roubar empresa


O gerente da Rota, José Reis Neto Ribeiro, 38 anos, está preso na carceragem da delegacia de Itapetinga, desde o início da noite desta segunda-feira (22), após ter sido desmascarado pela Polícia Civil do município. Por volta das 11h20 do mesmo dia, o homem procurou a delegacia de polícia local, onde registrou um Boletim de Ocorrência, alegando ter sido vítima de roubo minutos antes, na rua JJ Seabra, centro da cidade.

Ele disse que guiava sua motocicleta Honda Biz sentido agência do Bradesco, quando foi abordado por dois indivíduos em uma outra moto. O gerente inventou ainda, que o passageiro da motocicleta foi quem anunciou o roubo e subtraiu a quantia de R$ 11.201,27 da empresa Rota. Também foi roubado R$ 1.835,00 de passagens e outras quantias menores, referentes a encomenda, além de um aparelho celular.

A Polícia Civil desconfiou do ocorrido e começou a investigar o caso, inclusive analisando câmeras de segurança. O delegado titular da 21ª Coorpin, Antônio Roberto Júnior, deslocou-se com sua equipe de investigadores até a Estação Rodoviária da cidade, situada no bairro São Francisco de Assis, onde funciona a agência da Rota e os policiais acabaram apreendendo parte do dinheiro no interior do cofre (R$ 5 mil) e mais R$ 3.802,00, do lado de fora. Ainda no local, José Reis confessou que havia inventado o assalto. Em seguida, foi dado voz de prisão, sendo conduzido e apresentado no Complexo Policial juntamente com o material apreendido para o registro do flagrante. O gerente da Rota Transportes de Vitória da Conquista (agência mais próxima) esteve em Itapetinga para acompanhar o caso. José Reis Neto Ribeiro era responsável pelo caixa financeiro da empresa e também era de sua responsabilidade os depósitos dos valores arrecadados.

De acordo com informações checadas pelo Portal Itapetinga Repórter, o gerente estava passando por dificuldades financeiras e essa não teria sido a primeira vez que ele cometeu o mesmo crime, contra a empresa que trabalhava há 18 anos. Em dezembro do ano passado, José subtraiu mais de 5 mil reais do caixa da Rota Transportes, mas acabou devolvendo o dinheiro para a empresa, não sendo necessário a intervenção da polícia. José é morador do bairro Vila Rosa, é casado e tem filhos. Ele disse que está arrependido, pois pegou o dinheiro em um ato de desespero. O preso foi autuado em flagrante por falsa comunicação de crime e apropriação indébita e segue preso à disposição da Justiça. (Itapetinga Agora)
 

Camacan Bahia Copyright © -- NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO! #Camacan Bahia# 2019