17 de nov de 2015

Onze equipes participam, em Canavieiras, do Torneio de Pesca Oceânica de 2015



Foi realizado nesta sexta-feira e sábado (13 e 14), em Canavieiras, o Torneio de Pesca Oceânica de 2015 – mais conhecido como campeonato de pesca do marlim –, promovido pelo Yatch Clube da Bahia. O 1º lugar do certame teve como vencedor a equipe da Lancha Casca Grossa, que tem como comandante Lucas Abud; na 2ª colocação a equipe da lancha Lika Pesca, comandada por Duda Mendonça; e em 3º lugar, a equipe Bebinho, comandada por Alcindo Navarro. O Torneio de Pesca Oceânica, etapa de Canavieiras, é disputado durante dois dias, cujos pontos de cada dia são somados para obter a classificação final. Na sexta-feira (13), seis da 11 equipes participantes conseguiram pontuar. Segundo um dos membros da equipe da lancha Maria Mar, Ricardo Nunes, um problema mecânico com um dos motores praticamente tirou todas as condições de competir. No sábado (14), outras três lanchas não zarparam para alto mar em virtude dos fortes ventos – acima de 17 nós, condição considerada adversa para a pescaria do marlim. Mesmo assim, as equipes que se aventuraram zarpar conseguiram somar alguns pontos. Um dos exemplos foi a lancha Lika Pesca, que somente tinha feito 280 pontos, e conseguiu 400 pontos no sábado, alcançando o segundo lugar na competição. Por se encontrar num local altamente privilegiado, Canavieiras recebe – durante todo o ano – centenas de grandes lanchas e iates do mundo inteiro para a pesca do marlim. Segundo o deputado estadual e membro da equipe Casca Grossa, Leur Lomanto, a cada ano o torneio de Canavieiras se torna mais importante e é o mais destacado pelos pescadores. “Com a infraestrutura que está sendo implantada pelo prefeito Almir Melo para o próximo ano, o evento será um dos mais importantes do Brasil”, frisa Leur Lomanto. Este ano, uma grande frustração tomou conta da torcida, pois não houve embarque, já que os peixes fisgados não alcançaram os 200 quilos exigidos para que possam ser embarcados. O Torneio de Pesca Oceânica é um exemplo de sustentabilidade, já que apenas um pequeno índice dos exemplares fisgados são mortos pelos pescadores. Segundo Ricardo Nunes, esse é um bom exemplo dado pelo certame em todo o mundo. A comprovação da pescaria para computar a pontuação é feita em duas modalidades: liberado, por apresentação de filme durante a captura e por apresentação do peixe embarcado. Somente poderão ser embarcados peixe de bico (marlim azul, marlim branco, sailfish, dentre outros), a partir de 200
quilos. Abaixo deste peso os pontos são computados negativamente. O Torneio de Pesca Oceânica de Canavieiras é um evento esportivo dos mais importantes na modalidade pesca livre, por ser bastante competitivo, além de proporcionar aos participantes desfrutar das grandes pescarias de peixes oceânicos e a confraternização entre os pescadores. Como premiação são conferidos troféus aos 1º, 2º e 3º lugares e pela captura do maior peixe de bico. O campeão do torneio será classificado para participar do Offshore World Campionship. Canavieiras é a única cidade brasileira a figurar entre os três melhores destinos de pesca oceânica/esportiva do mundo. A classificação foi dada pela publicação internacional Billfish Report uma das mais conceituadas. É que no litoral de Canavieiras se encontra o Royal Charlotte, considerado o melhor banco de pesca de Marlim Azul do Brasil. Localizado a cerca 20 milhas da costa, no Royal Charlotte as embarcações encontram profundidade suficiente para a pesca dos peixes de bico.
 

Camacan Bahia Copyright © -- Site criado em 25/06/2011 #Camacan Bahia# 2011/2015